Pular para o conteúdo principal

[Resenha] Tomorrow Boy (mini k-drama)

Achei esse k-drama ontem mesmo, e logo comecei a assistir. Acompanhei no Youtube mesmo, que por um canal chamado "All For VIXX", porque o protagonista é interpretado pelo N, um dos integrantes do grupo VIXX. É um mini-drama de 5 episódios, cada um com 15 minutos em média, então dá para assistir rapidamente! 

O interessante é que esse k-drama não é focado apenas no romance entre os personagens, pois aborda também outros temas como a diferença de classes sociais,  assuntos de família, trabalho para menor de idade (no caso do protagonista, que trabalha meio período e também faz vários bicos), bullying e até roubo (de menores infratores) 

Ahn Tae Pyung (N) tem 16 anos de idade, estudante de ensino médio e sempre faz o melhor que pode em tudo. Ele é o mais velho de quatro filhos que, após a morte dos pais, foram morar com a avó paterna. Ele faz de tudo para dar uma boa vida à sua família, pois passam por uma situação financeira difícil e sendo assim, ele faz todos os tipos de trabalho, desde vender comida, mexer com marcenaria, trabalhar como modelo até lavar banheiros  desde às 4 horas da manhã. Apesar dos problemas que enfrentam, nunca faltou nada à família e o que mais há na pequena casa onde vivem, é algo chamado "felicidade" 

Por outro lado, Jo Ah Ra (Kang Min Ah) é uma menina rica e inteligente, porém apesar da enorme riqueza que possui, ela passa a maior parte do tempo sozinha, porque seus pais trabalham fora. Apesar de ter de tudo, ela não tem nenhum amigo. O primeiro amigo que fez foi Tae Pyung, que a salvou de uns ladrões na lanchonete, e assim, ela queria agradecê-lo por seu ato. Ela não dá o braço a torcer que gosta dele de início e dá uma de "fresca", mas no fundo tem um bom coração e se importa muito com o rapaz. A ela não é importante o nível social, mas o que ele realmente é por dentro. Com o tempo ela vai aprendendo alguns dos valores da vida e de como é valioso lutar com as próprias mãos para ganhar a vida, nem que seja com uma pequena renda. Ela percebe que a felicidade chega quando você batalha por algo e quando tem alguém ao seu lado, que realmente gosta de você, como a família e os amigos ao seu redor. 

Ainda que seja curta, a história retrata a vida de adolescentes sob diversos aspectos, e nos transmite uma linda mensagem, de persistência e força de vontade para atingir seus objetivos, de uma maneira simples e leve, que carrega consigo uma pitadinha de romance e muita alegria! Assistam! :) 

Comentários

  1. assisti esse dorama
    sem parar, todos os episódios seguidos rsrs
    é viciante,foi meu primeiro dorama
    amei ........

    ResponderExcluir
  2. Achei a historia otima. Mas o fim incompleta. Acho q deveria ter mais capitulos

    ResponderExcluir
  3. Devia ter uma segunda temporada, o final deixou um gosto de quero mais, adorei, foi meu segundo dorama.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Impressões finais do dorama While You Are Sleeping

Annyeonghaseyo chingus! Eu não ia fazer resenha agora sobre While You Are Sleeping, mas o dorama estava tão bom que foi impossível deixar minhas observações para depois. Olha a sorte de vocês kkkkkk Podem ficar tranquilos, a resenha não posssui nenhum grande spoiler, apenas alguns fatos importantes.

Happy Marriage (Episódios Legendados)

Gente, para quem esperou (um bom tempo) aqui está a lista de episódios de Happy Marriage:
Happy Marriage Episódio 1 

[Maratona] Good Morning Call: Our Campus Days – Saiba tudo sobre a segunda temporada deste dorama tão especial

Título: Good Morning Call – Our Campus Days Também conhecido como: Good Morning Call – Segunda Temporada Baseado no mangá de mesmo nome, da autora Takasuka Yue Número de episódios: 10, com média de 45 a 50 minutos de duração Tipo: Live-Action. Gênero: Shoujo, Drama, Romance, Comédia & Escolar País: Japão Onde assistir: Netflix 
1.Introdução e comparativo com a primeira temporada. Desde o ano passado eu estava à espera da segunda temporada de Good Morning Call, e finalmente maratonei 10 episódios de um dia para o outro. A trama me prendeu completamente, e se comparado com a primeira temporada, acho que nesta segunda houve mais profundidade em relação aos sentimentos dos protagonistas e o envolvimento com os demais personagens. Quanto ao triângulo amoroso, esta é outra diferença entre as duas temporadas: na primeira, o triângulo amoroso envolvendo Nao era bem mais evidente, uma vez que o sentimento de Daichi pela menina era algo que cresceu durante anos através da convivência que tinham.…