Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2018

[Literatura Chinesa] Lançamentos da noite de hoje (31/01/2018)

Olá, leitores, como estão! Nesta noite,, vim humildemente trazer a vocês estes lançamentos que, apesar de não serem muitos, foram feitos com bastante carinho! Primeiramente, aqui está o Capítulo 14 da novel "A Tale of Two Phoenixes". Neste capítulo, uma nova sensação aquece o coração de Chuyu, que envolve ninguém menos que Rong Zhi. Já estou shippando esse casal, ainda que no meu coração caibam todos os cortesões. <3
Capítulo 14 – Matando dois coelhos com uma cajadada só.
Segundo, na light novel “A Tale of Two Phoexies”, a autora menciona algumas expressões chinesas. Pesquisando na internet, encontrei as histórias que inspiraram esses ditos/expressões.
1.Jiang LanCai Jin – Jiang Yan gastou seus talentos 2.A Paixão da“Manga Cortada”
Por último, publiquei três poemas de um célebre autor chinês, que viveu durante a dinastia Song, período da História Chinesa em que se passa a light novel. Também coloquei um pouco sobre a vida do poeta, para que possam conhecer um pouco mais so…

Três poesias chinesas de Su T’ung-po (1036-1101)

Su T’ung-po (1036-1101) Seu nome era Su Shih, sendo T'ung-po seu “hao”, ou nome literário, o qual adotou quando se encontrava detido em Huang-chow, sobre a Ladeira leste da montanha, onde obteve o nome de “O Recluso da Ladeira do Leste”. ". Su T'ung-po é um dos maiores gênios da História da China. Com a sua morte, o Imperador lhe conferiu o título honorário de “Duque Patriótico Literário”. Reconhecido como um grande poeta, escritor de prosa, pintor e calígrafo e como todos os gênios, muitas coisas mais. Copilou um Manual de Ervas Medicinais que tem vigência até em nossos dias atuais. Adepto tanto do Budismo quanto do Taoísmo, atingiu um alto nível de prática em ambos, e seus diálogos com o monge Fo-yin, de quem foi um grande amigo, ficaram registrados. Enviuvou duas vezes e se casou três, sendo a última com   Wang Chao-yun, que era uns 26 ou 27 anos mais nova do que ele e com quem teve a relação mais profunda. Chao-yun foi também uma grande praticante budista. Suas últimas…

[A Tale of Two Phoenixes] Capítulo 14 – Matando três coelhos com uma cajadada só.

Nota da Rebeca O título original desse capítulo em inglês era “Killing Three Birds with one Stone”, e apesar de o animal ser o pássaro (no dito em inglês) o título é uma alusão a um ditado popular, “Matar dois coelhos com uma cajadada”.
Chuyu se sentou junto a lanterna, segurando um bob prateado com decoração em suas mãos: ela o examinou de perto: a ponta do bob era muito aguda, suficientemente afiada para perfurar o coração. Desde o primeiro dia que havia chego a esta época, ela havia talhado uma marca na beira de sua cama todos os dias, com esse bob prateado. Agora haviam dez marcas. Depois de olhá-lo por um longo tempo, Chuyu lentamente girou seu pulso levando a ponta do bob às chamas da lanterna. Após pegá-lo por um momento ela o olhou de perto, submergiu a ponta na água e a secou. Ela repetiu esse processo várias vezes. A ponta do bob brilhava com luz fria. Hesitante, Chuyu segurou o bob com sua mão esquerda e a direcionou em sua mão direita por um par de minutos, logo selecionou …

[Conto Chinês/Origem da Expressão] A Paixão da Manga Cortada – Duan Xiu Zhi Pi

Na China, a homossexualidade, sendo um dos três tipos principais de orientação sexual, juntamente com a bissexualidade e a heterossexualidade, tem sido referida desde os primeiros registros da História. Assim como a Grécia antiga, a qual criou a palavra “Lésbico” (por causa do nome da Ilha Grega, onde a poetisa Sappho escreveu principalmente sobre as suas relações emocionais com uma mulher mais nova), para designar as mulheres homossexuais, a China Antiga inventou seus próprios termos para se referir aos amantes de mesmo sexo que é “o Pêssego Mordido” – Fen Tao (分桃) e a “Manga Cortada” – Duan Xiu(断袖)". “O Pêssego Mordido” – Fen Tao (分桃), pertencia à uma história registrada em um artigo de Han Fei Zi. É dito que no Período dos Estados Combatentes (475 a.C. – 221 a.C.), o Duque Ling (卫灵公), governante do Estado de Wei, amava seu Ministro Pessoal, Mi Zi Xia (弥子瑕). Um dia, quando eles estavam caminhando juntos pelo jardim, Mi Zi Xia avistou um pêssego maduro em um ramo de pessegueiro. En…

[Conto Chinês/Origem da Expressão] Jiang Yan gastou seus talentos – Jiang Lang Cai Jin.

“Jiang Lang Cai Jin” é uma expressão utilizada para descrever o caso no qual alguém perde a sua sagacidade. Isso tem um motivo, e faz menção ao personagem histórico Jiang Yan. Para descobrir o porquê, vamos à sua história:
Durante o Período das Dinastias do Sul e do Norte, vivia um famoso poeta e escritor chamado Jiang Yan (江淹), na Dinastia Liang. Quando ele era jovem, ele era extremamente brilhante na área da Literatura. Seus poemas e ensaios eram proeminentes, e devido a isso, ele não apenas ganhou popularidade entre os acadêmicos de sua época, mas também para si mesmo uma importante posição na Literatura da Dinastia do Sul. No entanto, seu talento parecia desaparecer com o avanço da idade. Após se tornar um “quarentão”, ele já não podia mais escrever seus poemas tão rápido quanto fazia antes, e além disso, sua escrita era frequentemente tediosa e lhe faltava a graça literária. As pessoas disseram que isso era porque o seu talento literário já havia sido esgotado. Diz a lenda que um…

[A Tale of Two Phoenixes] Capítulo 13 – Os talentos do jovem Jiang não têm sido utilizados.

Chuyu saiu da Snow Shower Garden e se dirigiu em direção à sua residência, a Ala Leste. No caminho para cá, ela se obrigou a memorizar as rotas, então, agora, ela não precisava de ninguém para guiá-la. Ao retornar para a Ala Leste, Chuyu ordenou para que colocassem à sua frente, os registros de cada cortesão no Palácio. Depois de dar a ordem, ela olhou para Yue Jiefei. Ele estava parado ao seu lado, e parecia estar se questionando se falava ou não alguma coisa. Chuyu deu risada: ― Pergunte o quiser, está tudo bem. Yue Jiefei pensou por um momento e depois disse: ― Princesa, o que você vai fazer com Huan Yuan e Jiang Yan? Chuyu franziu as sobrancelhas levemente. Agora mesmo, ela não tinha uma resposta em sua mente ainda. Baseando-se no que Rong Zhi disse, ele ter bastante confiança na verdadeira Princesa de Shanyin, acreditando que Huan Yuan e Jiang Yan não poderiam fazer nada contra ela. O problema é que ela não era a verdadeira Princesa; ela agora, estava perdida em tal situação. Faz…

[A Tale of Two Phoenixes] Capítulo 12 – Plaything’s Game

Depois de observar Chuyu indo embora, Rong Zhi suspirou e virou sua cabeça em direção ao Pavilhão. Ele abriu a porta e viu Huan Yuan e Jiang Yan sentados atrás da mesa, lado a lado, porém quando se aproximou, viu que o rolo de bambu estava de cabeça para baixo. Ao ver Rong Zhi regressar, Huan Yuan e Jiang Yan ficaram de pé e fizeram uma reverência: ― Muito obrigado, Mestre Rong, por advertir a nós dois. Ainda que a primeira hipótese de Chuyu tivesse erros, estava bem próxima da verdade. Huan Yuan e Jiang Yan, morando nesse Palácio estavam discutindo como derrubar a posição da Princesa e reconquistar a liberdade deles. A residência de Rong Zhi era solitária e remota, e além disso, devido a que ele gostava da quietude, a Princesa de Shanyin removeu todos os guardas que estavam próximos e ainda ordenou que ninguém o incomodasse sem uma boa razão. Huan Yuan e Jiang Yan eram ambos académicos: originalmente vieram ao lar de Rong Zhi para pedi-lo emprestado e ler sobre literatura e pergaminh…

[A Tale of Two Phoenixes] Capítulo 11 – Expondo o oculto com evidência.

No interior da Snow Shower Garden haviam mais bambus e buttonwoods. Estava excepcionalmente silencioso entre as árvores e ramos e as folhas caídas e os ramos quebrados se decompuseram no solo, fazendo-o ficar suave na base. O ar estava úmido e fresco. Segundo as suposições de Chuyu, Rong Zhi provavelmente estava com essas duas pessoas e talvez houvesse mais que haviam chegando antes deles. Provavelmente estavam reunidos em um quarto escuro com Rong Zhi como o líder deles, sentado no centro, e todos os demais ao seu redor, planejando algo ruim com expressões obscuras. A pessoa 1 diz: Hehehe. A pessoa 2 diz: Assim, assim, e blá, blá, blá. A pessoa 3 diz: Dessa forma, nosso plano traiçoeiro poderia ter êxito. Quack quack. Todo o anterior é puramente a imaginação exagerada e bobinha de Chuyu. A realidade estava longe do esperado. Chuyu rapidamente se escondeu nas portas vermelhas, como um ladrão, no entanto, após dois ou três passos ela surpreendentemente avistou o centro do mal de sua imag…