Pular para o conteúdo principal

[Fanfic] Novos começos - Capítulo 8

Seguimos em frente até chegar ao local de destino onde supostamente seria a nossa loja. Ao chegarmos, esperamos alguns minutos alguém aparecer e nos dar um sinal ou coisa parecida (a Marie’s Garden era enorme, maior que a primeira) Nesse meio tempo, Makoto aproveitou para ligar à sua irmã e avisá-la que já havíamos chegado à Londres há algumas (muitas) horas. Ela respondeu que chegaria à capital inglesa dentro de três dias e quando a loja estivesse aberta ela nos visitaria. Segundo Makoto disse, ela iria exigir que houvesse apenas “doces com a melhor qualidade de que se tem notícia” (típico dela), fato que ele garantiu a irmã com firmeza, dizendo a ela que não haveria dúvidas quanto a isso.

A ligação foi rápida e terminou poucos minutos antes de alguém chegar de surpresa para nós. Tratava-se da Srta. Sully, dizendo que teríamos “explicações adicionais” sobre o novo projeto do Henri-sensei e que ele mesmo falaria quais são.
Nós a acompanhamos até o lugar onde se encontrava seu “patrão”.  Fazia tempo que não via Henri-sensei então estava muito feliz por revê-lo, dava pra notar, (estava bem evidente no meu rosto) e os rapazes também estavam contentes, porém só esboçaram uns sorrisos timidamente, agradecidos. Nos cumprimentamos formalmente e agradecemos a oportunidade.
I’m thankful for all of you to be here ele nos disse, com aquele sotaque inglês
The proud is all ours respondemos em coro, deixando-o satisfeito.
Depois ele explicou que queria fazer de lá um lugar especial, com doces originais, para que os ingleses pudessem experimentar novos doces e “expandir seus horizontes” até quando fossem provar algo. Fiz algumas perguntas a respeito dos ingleses e de seus costumes, já que era a primeira vez que eu estava naquele país. Henri-sensei respondeu todas as dúvidas que tínhamos, mas respondeu que era para agirmos normalmente com os clientes como forma de eles se sentirem mais acolhidos. Como último conselho/pedido/aviso ele disse que já era para irmos pensando no que faríamos para a nossa loja e como faríamos. Nós garantimos que daríamos tudo para Marie’s Garden se tornar um sucesso. Aquilo realmente o deixou satisfeito, já que percebi traços de felicidade em sua expressão, apesar de estar querendo parecer sério, com aquela autoridade que todos nós conhecíamos bem.

Logo em seguida, ele e sua secretária (mais conhecida como Srta. Sully)  partiram e nós voltamos ao local onde seria a nossa loja. Nos reunimos em círculo e começamos uma leve discussão sobre nossas ideias.
Kashino Makoto foi o primeiro a se manifestar:
Primeiro temos que decidir que tipo de loja vamos querer criar. Alguém já tem alguma ideia em mente?
Eu respondi de imediato e sem hesitar:
Queria algo acolhedor, para se aproveitar e se reunir com a família e os amigos. Que crie boas memórias, sabe sugeri, já pensando como seria se aquilo se tornasse realidade
Rumi-chan e Hanabusa concordaram com a minha ideia, enquanto Kashino se mantinha sério, mas todo a ouvidos (de todo mundo, tá?)
Verdade. Muitas pessoas se reúnem com suas famílias aqui na Inglaterra apontou Andou-kun.
Também poderia ser um lugar onde agradasse a todos os tipos de pessoas completou a Kana-chan, meiga
Então, basicamente, nosso “conceito” de “lugar aconchegante” era família e amigos
Alguém já sabe um nome para a loja? a Rumi-chan nos questionou, de repente
Que tal “Little Dreams”? eu sugeri
Por que esse nome? todos quiseram saber
É que a cada pequena mordida, nós conseguimos sentir coisas diferentes, e claro ficarmos felizes, mas as sensações parecem sonhos momentâneos, só quando saboreamos algo. Então, que tal?
Gostei a Rumi-chan me disse, e eu me senti agradecida por isso
Bem criativo. De onde tirou essa ideia? perguntou Hanabusa-kun, interessado
Ah, é que isso é basicamente o que sinto quando experimento algo novo... E o nome surgiu do nada (acabei de inventar) mas é que eu fico sonhando mesmo... me expliquei, um pouco sem graça, porque todo mundo ficou me olhando, como se só tivessem entendido de onde havia tirado aquilo só naquele momento.
Ela vive sonhando e comendo todos os dias do ano, lembram? Kashino disse aos nossos amigos, depois de perceber que todos os olhares estavam voltados para mim.
Ao ouvir isso eu lhe disse:
Tinha que ser você pra falar isso, né, Makoto eu fiz cara de emburrada, mas não consegui esconder um sorriso de leve. Percebi que ele também estava sorrindo dessa mesma forma quando me respondeu:
Bom, alguém precisava te falar isso ele me provocou, brincalhão Mas você é uma pâtisserie assim mesmo ele comentou como quem diz “você não tem jeito mesmo, mas está ótimo assim”
Você também é um patissier “assim mesmo” provoquei de volta, com uma piscadela
E o que quer dizer com isso? ele inquiriu, fitando minhas íris castanhas
Parece chocolate amargo... É doce e amargo ao mesmo tempo, mas é do jeito que eu amo falei com uma mistura de alegria e delicadeza na voz segurando a mão dele, com carinho e veneração.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Impressões finais do dorama While You Are Sleeping

Annyeonghaseyo chingus! Eu não ia fazer resenha agora sobre While You Are Sleeping, mas o dorama estava tão bom que foi impossível deixar minhas observações para depois. Olha a sorte de vocês kkkkkk Podem ficar tranquilos, a resenha não posssui nenhum grande spoiler, apenas alguns fatos importantes.

Happy Marriage (Episódios Legendados)

Gente, para quem esperou (um bom tempo) aqui está a lista de episódios de Happy Marriage:
Happy Marriage Episódio 1 

[Maratona] Good Morning Call: Our Campus Days – Saiba tudo sobre a segunda temporada deste dorama tão especial

Título: Good Morning Call – Our Campus Days Também conhecido como: Good Morning Call – Segunda Temporada Baseado no mangá de mesmo nome, da autora Takasuka Yue Número de episódios: 10, com média de 45 a 50 minutos de duração Tipo: Live-Action. Gênero: Shoujo, Drama, Romance, Comédia & Escolar País: Japão Onde assistir: Netflix 
1.Introdução e comparativo com a primeira temporada. Desde o ano passado eu estava à espera da segunda temporada de Good Morning Call, e finalmente maratonei 10 episódios de um dia para o outro. A trama me prendeu completamente, e se comparado com a primeira temporada, acho que nesta segunda houve mais profundidade em relação aos sentimentos dos protagonistas e o envolvimento com os demais personagens. Quanto ao triângulo amoroso, esta é outra diferença entre as duas temporadas: na primeira, o triângulo amoroso envolvendo Nao era bem mais evidente, uma vez que o sentimento de Daichi pela menina era algo que cresceu durante anos através da convivência que tinham.…