Pular para o conteúdo principal

[Fanfic] Novos começos - Capítulo 11

Às vésperas da abertura oficial da Marie’s Garden, nós trabalhamos duro, para deixar pelo menos uma quantidade significativa de doces prontos para o dia seguinte. Fizemos de tudo, contando com a ajuda de nossos Espíritos e claro contamos uns com os outros. Uma parte dos ingredientes ficou por conta da Kana-chan, mas ela também ajudou bastante a fazer as sobremesas.
Seja como for, no dia seguinte estávamos todos tensos, porque finalmente haveria o grande dia da abertura da Marie’s Garden (e da nossa loja também) Nós estávamos com o coração e a mente a mil. Agilizamos desde manhã e tratamos de nos acalmarmos, pois sabíamos que antes de qualquer coisa Henri-sensei faria seu discurso. Dito e feito. Foi só chegarmos ao local (na hora prevista) que ele começou a falar:
Sejam todos bem vindos à Marie’s Garden! Espero que todos tenham uma boa experiência e expandam seus horizontes no “mundo dos doces”, apreciando o melhor que possam lhes oferecer!
“Apreciando o melhor” tínhamos mesmo que dar tudo de nós mesmos, pois só assim conseguiríamos agradar aos futuros clientes.

Algum tempo depois...
Nas primeiras horas da inauguração, ainda havia poucos clientes na “Little Dreams”, mas mesmo assim, nós os atendíamos com excelência e com muito carinho. As pessoas retribuíam com a satisfação que tiveram em provar nossas especialidades e nós agradecíamos a eles por comparecerem ao local. De hora em hora esperávamos o tempo passar, uma vez que ainda não éramos muito conhecidos. Entretanto, havia uma pessoa que nos conhecia muito bem (e vice e versa) e chegou escancarando a nossa porta:
Hahaha! Finalmente!   ela comemorou, se divertindo com a situação.
Koshiro-san! eu pronunciei o nome dela com força (desta vez ela estava desacompanhada, Graças a Deus)
O que está fazendo aqui? Makoto atacou, mas nossos amigos deviam estar pensando a mesma coisa, já que arquearam as sobrancelhas.
Vim dar um aviso ela começou Eu desafio vocês nas vendas! Vamos ver quem é o melhor!
Nós aceitamos o desafio todos nós falamos em uníssono
Que ótimo! ela falou, satisfeita, e saiu.
Todos suspiramos, aliviados que o “pesadelo” chamado Ojou já tinha ido embora. E sabíamos que independente de qualquer coisa, faríamos o nosso melhor, pois tínhamos uns aos outros e era isso que mais importava, seja qual forem as condições ou obstáculos.

Dias depois...
Sim, foi apenas depois de alguns dias de funcionamento que a loja realmente começou a encher. Os doces que as pessoas mais pediam eram a Forest Linda, a minha torta de morango e os doces japoneses do Andou-kun (que faziam bastante sucesso entre os clientes). Por isso, na maior parte do tempo sempre se ouvia dos clientes alguns comentários como:
Uma Forest Linda, por favor!
Quero esta torta de morango deliciosa
Não sabia que doces japoneses eram tão saborosos!
Claro que as outras sobremesas também eram desejadas pelos clientes, mas essas eram as principais (sem contar com o café que servíamos como acompanhamento ou só para saciar a sede mesmo, e que assim como os doces, era o que mais se pedia). Tentávamos ser o mais ágeis possíveis para evitar comentários desagradáveis ou insatisfatórios da clientela (não sei por que mas nesses momentos a simpatia da Kana-chan agradá-los funcionava muito bem), mas em geral estávamos indo bem. Tivemos até uma surpresa, quando percebemos que alguém docemente sádica veio nos visitar.
Miyabi-sama nós a cumprimentamos cordialmente
Nee-san... Como... Makoto começou, sem entender como sua irmã estava bem ali na nossa frente.
Cale a boca, Makoto! ela disse com um sorriso travesso no rosto Vim fazer uma visita, e daí? ela quis parecer sádica, mas no fundo eu sabia que ela estava feliz pelo irmão.
Miyabi-sama, o que deseja? eu perguntei a ela.
Pode me chamar de Miyabi ela falou sincera E você sabe, quero meu doce predileto. Vocês tem, certo?
Claro! É pra já eu afirmei confiante e sorridente.
E virando-me para Makoto, eu disse:
Um opera pra sua irmã!
Ok ele concordou.
Pra ontem, tá?
A Miyabi pareceu rir da forma como eu tinha falado com seu irmão para entregar-lhe a sobremesa em breve (quem não conhece a expressão “não é pra agora, é pra ontem?!”). E olhando para ela, eu lhe ofereci:
Não quer tomar um café enquanto espera?
Quero, sim! É café inglês, certo?
Sim, aqui está! eu lhe dei a bebida alegremente Pode se sentar ali naquela mesa. eu apontei para o lugar, perto da janela (exclusividade só pra ela).
Ok Obrigada.
De nada, se precisar, é só chamar.
Ela sorriu em resposta, mas não disse nada. Cinco minutos depois, Kashino lhe entregou o pedido.
Aqui está ele falou, natural.
Demorou, hein! ela zombou do irmão.
Não enche, caramba! Eu tinha outros pedidos! ele se defendeu Agora, experimenta logo!
Ela saboreou cada mordida e aprovou a sobremesa, dizendo que estava “nas suas expectativas” em relação às nossas habilidades e o sabor, principalmente.
Quando ia se retirar, ela chegou ao balcão e disse:
Será que tem mais um pedaço de opera aí?
Mais um? Vai guardar pra hora do jantar, é? agora foi a vez de ele zombá-la.
Não enche ela o imitou É pra nossa mãe! Ela quer experimentar também, milagrosamente, porque falei bem da loja de vocês mesmo antes de vir.
Calma aí! Então ela... Vem comigo! ele a puxou pelo braço, para fora da loja, e me lançou um olhar de “segure as pontas pra mim”.

Fora da loja...
Fala logo! Makoto estava desesperado Ela está mesmo aqui?
Sim, ela está em Londres, Makoto. Eu disse que podia vir sozinha, e era esse o plano de início, mas ela disse que tinha coisas para resolver aqui... Bom, você entendeu!
Mais alguém da família está aqui?   ele quis saber
Não que eu saiba ela informou, naturalmente.
Ele suspirou aliviado, e disse:
E como ela “aceitou experimentar um doce” daqui da loja?
Como eu disse, mas acho que você não escutou, eu fiz elogios da loja antes mesmo de vir. E eu tenho minhas táticas de convencimento; por estar em Londres e nosso tio chocolatier sempre viajar pra cá, foi mais fácil convencê-la.
Então, ela presumiu que o doce era do nosso tio ou algo assim?
Exatamente! Mas ela vai ter uma surpresa sentir a diferença do sabor
Se ela sentir, né? Mas deixa pra lá. ele falou como se não fosse nada importante
Ah, ela disse que quer te ver hoje à noite. Tá aqui o endereço ela deu um papel ao irmão.
Tá... ele só concordou, sem querer contrariar.
Mas não é só você. É ela também, por isso leve a sua namoradinha junto.
Mas... Espera aí, caramba!
Não é nada demais Ela só quer conhecer a garota! Fui!
Depois dessa conversa, a última coisa que Makoto fez foi mandar uma mensagem de celular para mim:
“Vamos ter que sair do expediente um pouco mais cedo hoje, Prepare-se porque você verá a minha mãe de perto, e não é pouca coisa. Ela vai querer saber tudo”. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Impressões finais do dorama While You Are Sleeping

Annyeonghaseyo chingus! Eu não ia fazer resenha agora sobre While You Are Sleeping, mas o dorama estava tão bom que foi impossível deixar minhas observações para depois. Olha a sorte de vocês kkkkkk Podem ficar tranquilos, a resenha não posssui nenhum grande spoiler, apenas alguns fatos importantes.

[Maratona] Good Morning Call: Our Campus Days – Saiba tudo sobre a segunda temporada deste dorama tão especial

Título: Good Morning Call – Our Campus Days Também conhecido como: Good Morning Call – Segunda Temporada Baseado no mangá de mesmo nome, da autora Takasuka Yue Número de episódios: 10, com média de 45 a 50 minutos de duração Tipo: Live-Action. Gênero: Shoujo, Drama, Romance, Comédia & Escolar País: Japão Onde assistir: Netflix 
1.Introdução e comparativo com a primeira temporada. Desde o ano passado eu estava à espera da segunda temporada de Good Morning Call, e finalmente maratonei 10 episódios de um dia para o outro. A trama me prendeu completamente, e se comparado com a primeira temporada, acho que nesta segunda houve mais profundidade em relação aos sentimentos dos protagonistas e o envolvimento com os demais personagens. Quanto ao triângulo amoroso, esta é outra diferença entre as duas temporadas: na primeira, o triângulo amoroso envolvendo Nao era bem mais evidente, uma vez que o sentimento de Daichi pela menina era algo que cresceu durante anos através da convivência que tinham.…

Happy Marriage (Episódios Legendados)

Gente, para quem esperou (um bom tempo) aqui está a lista de episódios de Happy Marriage:
Happy Marriage Episódio 1