Pular para o conteúdo principal

[Cena extra] Uma briga... Por mim? (Capítulo Único)

Oi, pessoas! Fiz essa fic como uma cena extra de Hiiro no Kakera, na qual Takuma Onizaki e Ryou Kutani disutem por causa de Tamaki
Estava caminhando por uma floresta em direção à minha casa (naquele dia eu estava voltando sozinha porque havia passado a tarde na casa da Kiyono-chan, minha melhor amiga) quando uma voz masculina me pegou de surpresa dizendo:
— O que a mocinha está fazendo aqui sozinha em uma hora dessas? — perguntou presunçoso e com aquele tom sarcástico e provocador (que me irrita, aliás). Era Kutani Ryou, a pessoa que menos queria ver num momento daqueles.
— Só estou voltando para casa — respondi naturalmente, sem querer puxar conversa com ele.
— Vejo que está desacompanhada — e bem nesse momento ele me agarrou espontaneamente, pela minha cintura, e cada vez mais se aproximava de mim, com os olhares fixos em mim. (cada segundo que passava eu tinha a impressão de que ele estreitava mais o olhar)
— Ei, isso é assédio, sabia? — eu comentei, indignada, mas ele pareceu não ligar para as minhas palavras e me agarrou ainda mais forte (pena que não de um jeito agradável, mas também vindo dele...)
Quanto mais ele me agarrava, maior era a minha vontade de pedir socorro a alguém. “Takuma” pensei de imediato.
— Takuma! Me... — Eu ia dizer “me salve”, mas o Kutani me silenciou, tapando minha boca como se dissesse “não adianta implorar, garota”
Àquela altura, já estava desesperada, e perdendo as esperanças de que alguém viria me salvar daquele tarado (estou falando a verdade, só quem conhece Kutani Ryou sabe disso). Quando eu menos esperava, uma voz inconfundível gritou pelo meu nome:
— Tamaki!
Fiquei aliviada ao ver que meu Guardião estava bem ali, na nossa frente (todos os deuses devem ter conspirado ao meu favor, para ele aparecer assim, do nada). Quanto ao Kutani, esse aí não perdeu a chance de provocá-lo.
— Ah, Onizaki-kun. Veio resgatar a princesinha? — ele estava sendo sarcástico e irônico ao mesmo tempo
— Claro que sim — sua voz soava imponente — E não vou deixar você encostar nem mais um dedo sequer na minha garota — agora ele soava autoritário e desafiador.
— Hum... — ele parecia se divertir com a situação — E eu posso saber por quê?
— Porque eu estou aqui para protegê-la. — ele declarou, decidido, curto e grosso.
— Vai bancar o herói, Onizaki? — provocou de novo
Takuma ignorou o comentário totalmente, e continuou a falar:
— E aposto que ela também não quer que você a toque, mas você parece não entender. Então estou aqui para isso. Solte-a! Agora! — ele ordenou, nervoso, a raiva no olhar
— E por que eu deveria soltá-la? Quem é você pra exigir isso, Onizaki?
— Eu sou o Guardião dela — Ryou queria se manifestar, mas Takuma não deixou — E ela é a minha Princesa, minha garota — ele disse essas palavras com firmeza, soando inquestionáveis — Não que a nossa relação seja da conta de um cretino como você, mas isso é só para que você saiba que a Tamaki tem quem olhe por ela, e ela nunca estará desprotegida, então para de perturbá-la e importuná-la! E pela segunda e última vez: Solte-a! Agora! — ele ordenou, mais decidido do que nunca.
— Hunpf! Vou soltá-la só para poupar a garota aqui — ele apontou para mim, e um segundo depois, realmente me soltou. (Respirei fundo, aliviada)
E olhando para Takuma, deu um último aviso (ou ameaça?)
— Quanto a você, camarada, a nossa conversa não terminou por aqui.
Takuma nada respondeu a Kutani Ryou, mas o encarou uma última vez, sério.
Kutani se retirou dali instantes depois, mas a sua expressão dizia algo como: “aproveite a paz enquanto puder, mocinha” (e não era no bom sentido). Mesmo assim, não deixei me levar pela mensagem estampada no rosto dele, porque àquela altura eu já estava sã e salva, ao lado do meu Guardião que tanto amo, por isso, senti que nada mais poderia me abalar, e que poderia voltar para casa segura e tranquila.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Impressões finais do dorama While You Are Sleeping

Annyeonghaseyo chingus! Eu não ia fazer resenha agora sobre While You Are Sleeping, mas o dorama estava tão bom que foi impossível deixar minhas observações para depois. Olha a sorte de vocês kkkkkk Podem ficar tranquilos, a resenha não posssui nenhum grande spoiler, apenas alguns fatos importantes.

[Maratona] Good Morning Call: Our Campus Days – Saiba tudo sobre a segunda temporada deste dorama tão especial

Título: Good Morning Call – Our Campus Days Também conhecido como: Good Morning Call – Segunda Temporada Baseado no mangá de mesmo nome, da autora Takasuka Yue Número de episódios: 10, com média de 45 a 50 minutos de duração Tipo: Live-Action. Gênero: Shoujo, Drama, Romance, Comédia & Escolar País: Japão Onde assistir: Netflix 
1.Introdução e comparativo com a primeira temporada. Desde o ano passado eu estava à espera da segunda temporada de Good Morning Call, e finalmente maratonei 10 episódios de um dia para o outro. A trama me prendeu completamente, e se comparado com a primeira temporada, acho que nesta segunda houve mais profundidade em relação aos sentimentos dos protagonistas e o envolvimento com os demais personagens. Quanto ao triângulo amoroso, esta é outra diferença entre as duas temporadas: na primeira, o triângulo amoroso envolvendo Nao era bem mais evidente, uma vez que o sentimento de Daichi pela menina era algo que cresceu durante anos através da convivência que tinham.…

Happy Marriage (Episódios Legendados)

Gente, para quem esperou (um bom tempo) aqui está a lista de episódios de Happy Marriage:
Happy Marriage Episódio 1