Pular para o conteúdo principal

Do mesmo autor de “Ice Fantasy”, a obra “Cry Me a Sad River” é adaptada para as telas

Aqui está uma notícia que queria compartilhar há um tempo e não pude fazê-lo npor falta de tempo, mas antes tarde do que nunca, é com muita alegria que venho lhes trazer essas informações
No dia 13 de julho, foi confirmado a presença do ator Ma Tian Yu (que atuou em Ice Fantasy como Príncipe do Gelo) como personagem principal, em “Cry Me a Sad River”. Segundo fontes, essa é a última vez que ele fará papel de protagonista masculino, no qual interpretará Qi Ming. Sua parceira de trabalho e protagonista feminina é a atriz Zheng Shuang, que contracenou com ele em “Sword of Legends” e “Beauty Private Kitchen”
(Para quem conhece outras obras, Zheng Shuang protagonizou “Love20”)
O pôster oficial do drama foi divulgado no mesmo dia, com uma aparência que chama a atenção do espectador. 
Pôster Oficial 
No dia 14 de julho, algumas fotos promocionais foram lançadas, deixando-nos intrigados, uma vez que a situação é de uma formatura escolar.
Três dias depois (17/07), o ator Ma Tian Yu atualizou a sua conta oficial no Weibo, dizendo que estava prestes a ir para Shanghai gravar o drama. As gravações se iniciaram prontamente, no dia 20 de julho.
[Mudando de assunto] Uma curiosidade é que tradicionalmente, o elenco realiza uma oração às deidades para que recebam as bênçãos durante todo o período de filmagem.
Início das Gravações (20/07). Divulgação.
Fonte: A Paean to Ray Ma 

Informações Técnicas
Ainda não se sabe a emissora que transmitirá o drama, e nem a data de estreia, entretanto, ao que parece será exibido apenas no próximo ano.
Pretende-se ter 46 capítulos na adaptação, com uma trama que envolve amor e cenas dramáticas (preparem-se para chorar, estou avisando). A trama está sendo produzida Syndication Entertainment, sob o comando do produtor Niu Ji Xin, O roteiro é elaborado por  Liu Fei, Liu Chen Guang, Shi Shi. No entanto, a história é baseada em um light novel do autor Guo Jing Ming, mesmo de “Ice Fantasy” e “L.O.R.D”.

O “The New York Times” diz que:
“Cry Me a Sad River é a respeito de uma adolescente do Ensino Médio que está grávida e se suicida”.

De fato, a obra original narra aspectos da vida cotidiana dos jovens, e de uma maneira filosófica, prende o leitor desde a primeira linha. Segue um trecho da obra original a respeito do protagonista masculino.

“Na vida de toda garota, há um garoto como este. Ele não é seu amor, e também não é seu namorado. Ainda assim, no espaço mais próximo a ela, há um lugar para ele. Quando ela vê algo belo, ela gostaria de mostrá-lo a ele. Se ela escuta uma música bonita, ela não conseguia resistir em copiá-la ao seu MP3 para ele. Se ela vê um belo caderno, ela comprará dois, sendo o outro para ele, mesmo que ele não goste de morangos cor-de-rosa. Quando ela desejar chorar, a primeira pessoa a quem ela escreverá é ele. Quando ela está brigando com o seu namorado, ele é a primeira pessoa a quem ela recorrerá.
Ainda que ela não saiba se ele desaparecerá de sua vida e se transformará no príncipe de outra garota, a outra menina também se tornará sua princesa. Mas, durante o período em que ele ainda é o espaço mais próximo a ela, toda garota fará de tudo o que elas podem para aproveitar avidamente o que ele oferece a ele, até o momento em que nada se esvaia.
Toda garota se torna tenaz, amorosa e carinhosa por conta de garotas como esse. Mesmo que saibam que o perfeito “eu” delas, mais tarde, não terá nada para fazer com esse rapaz
Ainda assim, essa emoção será sempre maior que a existência do amor.
Qi Ming é uma existência maior que o amor”

(...) 

“Qi Ming, de dezessete anos, possuía uma face que praticamente irradiava o brilho da juventude. Sob sua camisa branca e uniforme preto, estavam músculos e ossos que se fortaleceram através dos dias. Os dezessete anos de um garoto é como um tempo no qual eles conseguiam escutar seus ossos rangerem à medida em que cresciam.
Top da escola. Represente de classe. Segundo lugar da cidade em uma breve competição de corrida apenas porque ele machucou. Família de classe, que ainda que estava para se mudar dessa Longtang logo, para um distrito de classe alta, no qual eles tinham uma vista para o rio.
Vestia seu uniforme de acordo com as regras da escola, nunca tingiu seu cabelo, não tinha piercings, e nunca vestira uma camiseta no lugar de sua camisa, a fim de parecer mais atraente que os outros rapazes.
Gostava de biologia. Também gostava da História da Arte Europeia.
A partir do momento em que colocou os pés na escola, ele começou a receber cartas de amor seus veteranos e calouros também. E, ainda não importava quantas cartas ele recebesse, a cada momento, seu rosto coraria rosado. ”

Créditos a: 


3. C-Drama Base  (Fonte das Fotos de divulgação e informações técnicas) 

Tradução e adaptação por: 
Rebeca Arimi Suzuki 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Happy Marriage (Episódios Legendados)

Gente, para quem esperou (um bom tempo) aqui está a lista de episódios de Happy Marriage:
Happy Marriage Episódio 1 

[Resenha] Ice Fantasy ❅

Assisti a esse C-Drama há algum tempo, e hoje eu finalmente vou fazer a resenha desta história fascinante. Com um enredo cativante e personagens marcantes, é uma adaptação da obra "City of Fantasy" do autor Guo Jing Min. 

A história gira em torno de dois irmãos: Ka Suo (Feng Shao Feng) & Ying Kong Shi (Ma Tian Yu), ambos os herdeiros do Clã de Gelo. Eles sempre foram muito próximos e tinham uma relação extremamente forte de cumplicidade, amizade, amor e fraternidade, que ao longo dos anos foi se intensificando.

O detalhe é que, desde criança, Shi era incapaz de conjurar encantamentos de gelo. Isso causava estranheza por parte da família Real, que lhe menosprezava por conta disso, exceto Ka Suo, que sempre o compreendia e ficava ao seu lado para o que fosse.

Durante a trama, aos poucos o mistério que esconde a real identidade de Ying Kong Shi começa a se revelar, e os fatos não são nem um pouco agradável. A verdade por trás disso é temida principalmente pela mãe de Shi,…