Pular para o conteúdo principal

[Ma Tian Yu] Artigo de Ray Ma sobre seus 30 anos (2016.11)


Nota: Como fã do ator e cantor Ma Tian Yu/Ray Ma, vou começar a traduzir algumas coisas referentes a ele, a começar pelo artigo que ele fez a respeito de fazer trinta anos.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O 31° aniversário de Tian Yu está chegando, vamos ler o que ele deixou para nós nesta época no ano passado em seu 30° aniversário:
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Palavras da Tradutora Aiokikasete Ai (Tradução em inglês)

"Ray é um escritor sensível e poético. Abstrato, lírico, e frequentemente filosófico, a escrita de Ray é uma honesta reflexão a respeito de sua perspectiva de vida, e permite ao leitor refletir também.
Em 2016, o artigo de Ray sobre completar seus trinta anos foi publicado na 《意林》, uma estimada revista literária chinesa. Essa foi a sétima vez que seu artigo publicado, denotando o valor de sua escrita. O artigo original (em chinês) pode ser encontrado aqui.

Na época em que escreveu, Ray estava gravando "Ice Fantasy". Seu artigo reflexivo sobre completar trinta anos está intimamente ligado ao programa e aos personagens que interpretou. Este ano, à medida em que ele se torna um ano mais sábio e melhor, eu pensei que seria bom olhar para trás, ao passado, e ver o que Ray escreveu sobre seu aniversário no ano passado. Eu fiz uma tradução do artigo em comemoração ao seu aniversário, e eu espero que minhas palavras façam jus ao mesmo."
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Título: Trinta, um instante.
"Eu sou uma Lótus Escarlate, uma pétala de flor de cerejeira. Ou talvez, eu seja uma pena arrancada das asas de um Pássaro da Neve.
Um choro doloroso. Uma respiração agonizante. Ligeira arrogância. Uma implacável nódoa de areia.
Eu sou um colorido sonho que desaparece antes do amanhecer.
Eu sou um inesperado cair da chuva que se perfaz no desolado silêncio da noite.
Trinta anos de idade. Eu nunca pensei que seria assim.
Pendurado em um fio, eu suavemente planeio no ar.
À medida em que eu caminhava pela imensidão da branca neve e das Lótus Escarlates-Sanguinárias que compuseram o cenário de "Ice Fantasy", um pequeno mecanismo em minha mente foi "Ka chak", e eu fiquei perdido em meus pensamentos por um momento.
Em apenas alguns dias, eu faria trinta anos? Tendo sido sequestrado pelo grupo de filmagem de "Ice Fantasy" por seis meses, a linha entre a realidade e a fantasia ficaram imprecisas. Mas, neste momento de clareza, eu percebi com hesitação que não fui nem Ying Kong Shi, Li Tian Jin ou o Espírito da Espada. Então, uma pergunta surgiu em minha mente: se eu tivesse que utilizar uma palavra para descrever meu trigésimo aniversário, qual eu usaria?
Eu estou prestes a estilhaçar-me.
Durante esse período de filmagem, a palavra "estilhaçar" está frequentemente em minha cabeça.
Em "Ice Fantasy", eu interpretei quatro únicos personagens que são multifacetados e completamente dimensionais. O personagem Ying Kong Shi é particularmente memorável.
Ele é um personagem trágico. Menosprezado pelo seu próprio clã devido ao seu nascimento e sua origem, Ying Kong Shi teve apenas seu irmão, Ka Suo para amá-lo e protegê-lo. Portanto, Ying Kong Shi adorava Ka Suo, e o colocou em um pedestal.
Vendo que seu irmão estava profundamente infeliz, Ying Kong Shi desejou a felicidade de Ka Suo. Para alcançá-la, Ying Kong Shi estava disposto a sacrificar qualquer coisa, até mesmo sua própria vida, para conquistar a liberdade ao seu irmão.
Ying Kong Shi é emotivo e persistente ao ponto de ser inescrupuloso. Ele confia em seu irmão, é frio com os homens do clã e cruel com seus seus inimigos. Entretanto, ele também tem um coração gentil e é incapaz de ferir os inocentes. Ele ama seu adorável irmão, mas essa inabalável devoção também é a causa da tragédia a surgir.
Sua audácia, seu desespero, seu amor e seu ódio -- eles estão castigados à insignificância, submetidos à gigante roda do destino. Ele é um peão, porém não sabe disso.  Tal como eu e você. Ele ainda, nunca desiste de tentar e lutar.
O mundo de Ying Kong Shi é um branco vazio.
Uma vez que eu coloquei as lentes de contato que eram exclusivamente dele, o mundo a minha frente, também se tornou branco.  O mundo que uma vez era real, desfoca-se. O coração que uma vez era conspícuo, escondeu-se.
No início, eu não conseguia adaptar-me às lentes de contato. Felizmente, o grupo de filmagem e os co-autores cuidaram de mim.
Vagarosamente, eu me habituei ao personagem Ying Kong Shi. À medida em que eu me transformava nele, eu vi, que com sinceridade, você é capaz de enxergar tudo.
"Corta!" Essa declaração é provavelmente a favorita de todo ator. Ela nos revela que podemos livrar a nós mesmos das circunstâncias e emoções de um programa, e uma vez mais, formar nossa própria identidade.
Cada membro do elenco de filmagem é amável e merecedor de respeito. Jin Xi Shan, que interpreta a mãe de Ying Kong Shi no programa, é coreana, e, devido a isso, nós temos barreiras de linguagem. Nós utilizamos inúmeras maneiras para superar isso. Por exemplo, ela adicionaria um "sumida" para indicar o final de cada sentença. Desta forma, eu saberia quando continuar a minha parte do diálogo. É muito divertido. 
Zhen Pei Pei é outra experiente atriz que eu admiro. 
Ainda que ela esteja atuando por décadas, seu profissionalismo e seu estandartes continuam altamente elevados. Eu aprendi muitas coisas com ela, e eu realmente a respeito. 
Em relação á cena com mais "NG" (erros de gravação), eu deveria dizer que é uma em que fico pendurado em um fio por um longo tempo e garantir que meu figurino, cabelo e expressão estivessem perfeitas para o take. Entretanto, era realmente difícil manter determinada expressão quando o sangue estava correndo ao meu cérebro balançando tanto! 
A vida é como um sonho, e muda frequentemente, de maneiras repentinas e inesperadas. 
"Ka chak". Do alto dos céus, eu retorno à realidade. 
A filmagem pousou e se expandiu sobre mim. Centenas de figuras apressadas, guerreiros armados, trabalhadores em vestes laranjas, grous, cenários ao fundo, altas telas verdes - sob a luz do mestre das luzes, tudo assumia sua qualidade devaneadora. 
Trinta é um sonho, e performance, vida. 
Eu vagarosamente desci dos céus. À medida em que meus pés tocavam o sólido chão, nessa vibrante ousadia, eu comecei uma vez mais. 
Trinta é um instante. Eu tenho experimentado um espectro de emoções de inúmeros personagens. É excitante. Você não precisa me conhecer. Eu estou à vontade e feliz. 

[FIM DA TRADUÇÃO] 
Nota: A tradução vista aqui não é oficial 
Créditos: Tradução em inglês por Aiokikasete Ai aqui: www. paeantoray.com. 

Tradução inglês-português: Rebeca Suzuki 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Impressões finais do dorama While You Are Sleeping

Annyeonghaseyo chingus! Eu não ia fazer resenha agora sobre While You Are Sleeping, mas o dorama estava tão bom que foi impossível deixar minhas observações para depois. Olha a sorte de vocês kkkkkk Podem ficar tranquilos, a resenha não posssui nenhum grande spoiler, apenas alguns fatos importantes.

Happy Marriage (Episódios Legendados)

Gente, para quem esperou (um bom tempo) aqui está a lista de episódios de Happy Marriage:
Happy Marriage Episódio 1 

[Maratona] Good Morning Call: Our Campus Days – Saiba tudo sobre a segunda temporada deste dorama tão especial

Título: Good Morning Call – Our Campus Days Também conhecido como: Good Morning Call – Segunda Temporada Baseado no mangá de mesmo nome, da autora Takasuka Yue Número de episódios: 10, com média de 45 a 50 minutos de duração Tipo: Live-Action. Gênero: Shoujo, Drama, Romance, Comédia & Escolar País: Japão Onde assistir: Netflix 
1.Introdução e comparativo com a primeira temporada. Desde o ano passado eu estava à espera da segunda temporada de Good Morning Call, e finalmente maratonei 10 episódios de um dia para o outro. A trama me prendeu completamente, e se comparado com a primeira temporada, acho que nesta segunda houve mais profundidade em relação aos sentimentos dos protagonistas e o envolvimento com os demais personagens. Quanto ao triângulo amoroso, esta é outra diferença entre as duas temporadas: na primeira, o triângulo amoroso envolvendo Nao era bem mais evidente, uma vez que o sentimento de Daichi pela menina era algo que cresceu durante anos através da convivência que tinham.…