Pular para o conteúdo principal

[Fanfic] A Disputa pela Princesa - Capítulo 2

Ok Taecyeon
“Quem não assiste ao The Korea Times”? Pensei comigo. “E quem não conhece a Princesa Yoona?” Aliás, Alteza, diria. Todos falam da doce Princesa, mas também da Seleção que está por vir. Minha mãe quer de qualquer forma que eu participe da Seleção, não importa como.
Veja isso como uma oportunidade para nós. Você sabe que os últimos tempos não têm sido muito fáceis para a nossa família, e aqui diz que a família do candidato que participar será generosamente recompensada. ela falou essas palavras com mais ênfase, para me convencer de fazer o que ela estava me pedindo.
Sei disso, mãe minha voz soa compreensiva. Era verdade. A situação estava difícil nos últimos meses. Meu pai ficou desempregado e tentou outro trabalho (e conseguiu) Eu trabalho meio período em uma loja, mas o salário não é lá essas coisas, ainda que seja funcionário público. E mesmo somando-se a renda que eu e meu pai ganhamos, nem sempre a quantia é suficiente para satisfazer as nossas necessidades incluindo pagar as contas. e vontades
E também, você poderá conhecer a Princesa! minha mãe continuou apontando as “vantagens” que eu teria se entrasse para o Concurso Vai que você gosta dela ou vice e versa?
“Ah, isso seria bem mais fácil se eu já não tivesse alguém no meu coração, mãe. Você não sabe o quão mais fácil seria”, penso comigo, mas não digo tais palavras em voz alta. Não tive coragem para fazê-lo, pois não queria de modo algum decepcioná-la, ainda que nossas vontades não fossem as mesmas.
Sim, claro, mãe. A Princesa. Vou vê-la de perto se me inscrever falo pausadamente, tentando esconder minha falta de humor na fala Pela sua expressão, dava para ver que a minha mãe estranhou um pouco minha reação, ao ouvir o que tinha acabado de dizer. Entretanto, ela não me disse nem uma palavra sobre isso. Menos mal.
Mas, para não deixá-la a espera de uma resposta minha, eu lhe disse, sinceramente:
Vou ver o que faço a respeito disto, tudo bem? sabia que ela iria querer saber o que responderia, mas de outro lado, disse isso porque queria deixar lo
Ela assentiu, e tomei aquilo como um consentimento. Só não esperava que ela fosse se manifestar tão rapidamente.
Que tal um acordo? ela sugeriu
Que tipo de acordo? perguntei na mesma hora
Se participar da Seleção, você pode ficar com 2/3 do que receber no seu trabalho de meio período.
Arregalei os olhos, atordoado.
É sério?!
É sim, cedo ou tarde, teria que aprender a administrar seu dinheiro. A hora chegou.
Assenti
Então, temos um acordo ou não? minha mãe indagou
Preferi não contrariá-la. Eu a conhecia bem e sabia que quando ela põe algo na cabeça é difícil convencê-la do contrário. Então, eu respondi:
Negócio fechado!

(...) Depois disso, fui para o meu quarto e apenas esperei o tempo passar. Queria que as 9 horas da noite chegasse logo para encontrá-la. Queria ver Taeyeon logo. Fiquei a sua espera por mais algum tempo, e fique espiando pela janela, para ver se dava para enxergá-la do outro lado da janela (somos vizinhos), mas quando dei por mim,já havia passado mais rápido do que imaginava, e havia uma mensagem de celular enviada por ela, na qual dizia:
“Vamos ao Parque?”
“Claro” respondi imediatamente
“Então seja rápido. Vamos nesse parque aqui perto de casa”
“Ok. Beijos”
Conforme o pedido de Taeyeon eu agi o mais rápido que pude e saí de casa sorrateiramente e em silêncio. Encontrei  a garota na porta de sua casa, que estava fechando de leve, para não fazer nenhum barulho ou algo assim. Fomos de mãos dadas ao local e ao chegarmos nos sentamos lado a lado em um dos bancos que havia. Fitei-a com carinho, e no mesmo instante percebi que, sob a luz da lua, seus cabelos se tornavam mais brilhantes, e dava ainda mais motivos para admirá-la naquela noite.
Por que você está me olhando assim? ela me perguntou, sem jeito
Nada respondo de forma breve e gentil
Trouxe um lanche para nós. Topa? ela perguntou a mim
Claro que sim! exclamo, e realmente a comida que ela trouxe estava deliciosa. E tinha sobremesa, meu doce predileto.
Obrigado, Taeyeon eu estava realmente grato pela gentileza dela.
Você está bem? ela me perguntou instantes depois, me pegando de surpresa.
Estou sim. Por que a pergunta, querida?
Você está mais calado hoje. Aconteceu algo? ela interrogou Não queria machucá-la, e nem deixá-la para trás, mas também não podia esconder-lhe a verdade, e mesmo que quissesse esconder algo dela, de nada adiantaria, porque ela logo descobriria tudo. Ela é inteligente e astuta e me conhece muito bem, por isso decidi revelar o que estava acontecendo.
Recebi uma carta da Seleção contei, e ela logo entendeu do que se tratava, a julgar pela sua expressão.
E você vai participar? ela quis saber
Na verdade, eu não quero, mas a minha mãe insiste...
E como ela te convenceu? Você não tem cara de quem participaria de eventos assim...
Não mesmo! exclamei Ela me subornou confessei, baixinho
Que tipo de suborno?
Dinheiro Ela me disse que eu poderia ficar com dois terços do meu salário se participasse. Só concordei porque sei que convencê-la de algo que ela já determinou dá bem mais trabalho que qualquer outra coisa. Mas...
Mas, o quê? ela se mostrou curiosa.
Não quero te deixar para trás, Tae. minha voz soava solene Não mesmo. Eu te amo, e você sabe disso.
É claro que sei ela falou docemente É recíproco esse sentimento. Eu te amo ela disse as últimas palavras com ênfase, com sentimento E por isso que estou pedindo para você participar. Quero que seja feliz e abrace e oportunidade que tem agora, porque às vezes essa pode ser uma chance única. Aproveite que as portas se abriram para você, e não se preocupe com nada.
Você está certa. Nem sei se vou ser Selecionado mesmo...
Mais um motivo para esfriar a cabeça ela disse, bem humorada.
Mas, no mesmo instante percebi que não podeia descartar nenhuma das possibilidades, até mesmo a de que eu fosse um dos Selecionados (ainda que não quisesse cogitar essa hipótese)
Mas e se... Não terminei a frase, porque fui pego de surpresa pelo seu olhar penetrante em direção aos meus, que me faziam me esquecer totalmente de meus problemas, e cada vez mais ela se aproximava de mim. E eu desejava tê-la cada vez mais perto de mim. Até que seus lábios se aproximaram dos meus; começou lentamente, mas aos poucos, foi ganhando intensidade. Era um daqueles beijos calorosos, e envolventes e que dão a impressão de que nada mais importa, além daquele momento.
Instantes depois, ela se soltou aos poucos de mim, e me disse:
Se você ia dizer “E se aquilo acontecer” ou algo assim, então, a minha resposta é a mesma de antes: Fique tranquilo, não se preocupe ela me disse, fazendo carinho no meu rosto. Eu vou te esperar, Taecyeon. Eu te amo.
Com aquelas palavras pronunciadas por ela, eu realmente pude me sentir mais calmo. Logo, foi a vez de eu tomá-la para mim, beijando com todo o extremo sentimento que havia em mim.Nem eu nem Taeyeon vimos a hora passar, mas já eram 23 horas num piscar de olhos. Fizemos o caminho de volta para casa e em seguida nos despedimos rápida e carinhosamente. Ao voltar para casa, fui correndo ao meu quarto e fiquei pensando em  tudo o que havia acabado de passar em exatas 2 horas; Foi naquela noite que decidi me arriscar a tudo. Arrisquei-me falar toda a verdade a garota que amo. Atrevi-me a beijá-la e trocar carícias com ela. E arrisquei-me a deixá-la para trás para participar da Seleção. Mas quando me dei conta de tudo isso e do tamanho da decisão que havia tomado já era tarde. O que está feito, está feito, e agora só resta eu aceitar as minhas escolhas.

No dia seguinte, ou seja, apenas algumas horas mais tarde, falei para minha mãe que poderíamos ir ao Departamento Provincial em breve. Os olhos dela se iluminaram de alegria ao saber que iria participar da Seleção.
Fizemos um acordo, mãe comecei Eu aceito as minhas escolhas, e tenho que honrá-las e fazer valer cada uma delas. Sei das consequências que trarão, mas se for por uma boa causa, então, essa é a minha resposta: eu aceito.
Preenchi o formulário com todas as informações necessárias e nas “habilidades especiais”, destaquei minha habilidade para esportes (mesmo sabendo que mais rapazes provavelmente também colocariam isso). Em seguida, fomos direto ao Departamento (que estava cheio, por sinal) e entregamos o formulário a um dos funcionários.
Será que eu seria um dos Selecionados? Ou não? Bem, não importa mais agora. O importante é que essa foi a minha escolha. Eu me decidi, e sabia que dali em diante era só esperar para ver os resultados.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Impressões finais do dorama While You Are Sleeping

Annyeonghaseyo chingus! Eu não ia fazer resenha agora sobre While You Are Sleeping, mas o dorama estava tão bom que foi impossível deixar minhas observações para depois. Olha a sorte de vocês kkkkkk Podem ficar tranquilos, a resenha não posssui nenhum grande spoiler, apenas alguns fatos importantes.

[Maratona] Good Morning Call: Our Campus Days – Saiba tudo sobre a segunda temporada deste dorama tão especial

Título: Good Morning Call – Our Campus Days Também conhecido como: Good Morning Call – Segunda Temporada Baseado no mangá de mesmo nome, da autora Takasuka Yue Número de episódios: 10, com média de 45 a 50 minutos de duração Tipo: Live-Action. Gênero: Shoujo, Drama, Romance, Comédia & Escolar País: Japão Onde assistir: Netflix 
1.Introdução e comparativo com a primeira temporada. Desde o ano passado eu estava à espera da segunda temporada de Good Morning Call, e finalmente maratonei 10 episódios de um dia para o outro. A trama me prendeu completamente, e se comparado com a primeira temporada, acho que nesta segunda houve mais profundidade em relação aos sentimentos dos protagonistas e o envolvimento com os demais personagens. Quanto ao triângulo amoroso, esta é outra diferença entre as duas temporadas: na primeira, o triângulo amoroso envolvendo Nao era bem mais evidente, uma vez que o sentimento de Daichi pela menina era algo que cresceu durante anos através da convivência que tinham.…

Happy Marriage (Episódios Legendados)

Gente, para quem esperou (um bom tempo) aqui está a lista de episódios de Happy Marriage:
Happy Marriage Episódio 1