Pular para o conteúdo principal

[Fanfic] A Disputa pela Princesa - Capítulo 6

Choi Jin Hyuk
O jantar foi servido pontualmente às 20:30 e tal como o instrutor havia nos dito previamente, o jantar foi realizado em grupo. Sentei-me junto a mais alguns rapazes e comecei a apreciar a comida; havia caviar, acompanhado de torradas e vinho branco. Estava uma delícia, sem dúvida e a noite ficou silenciosa durante um tempo considerável, quando um dos Selecionados decidiu quebrar o silêncio ao questionar o que cada um de nós pensava da Seleção
O que vocês acham da Seleção? E da Princesa? Interrogou-nos Kyuhyun.
Todos nós o fitamos naquele exato momento. Alguns porque ficamos surpresos com seu interesse sobre a nossa opinião a respeito do que estávamos vivendo e presenciando. Outros, surpreenderam-se pelo fato de ele desejar saber o que pensamos de Sua Alteza (e eu me incluo nisso), porque o assunto “Princesa Yoona” não era todo dia que se discutia. Além do que, era muita coincidência o assunto vir à tona, uma vez que estávamos a apenas 24 horas de a conhecermos.
Entretanto, aceitamos responder-lhe e a partir dali começamos a trocar ideias com todos... Bom, com quase todos, já que Yoo Seung Ho, um dos Selecionados que estava sentado perto de Taecyeon se manteve calado desde que o jantar havia se iniciado. Mas, a meu ver, ainda que não falasse nem sequer uma palavra, o rapaz nos observava mais do que ninguém. Cada gesto e ato nosso, ele estava ali, a observar, com seu olhar analítico.
Eu acho que a Princesa é uma boa pessoa, alguém gente fina
Ela vai ser uma boa pessoa se não for mimada demais. E vocês não acham estranho ela fazer essa tal Seleção sendo que nunca amou nenhum homem antes? Pelo menos não que se tenha notícias comentou Taecyeon
Cara, pega leve! Eu e Nichkhun pedimos a ele
Dê uma chance de conhecê-la primeiro, certo? sugeri, e ele assentiu, concordando comigo
E sobre... nós? Kyuhyun nos questionou
A esse quesito, parecia que nenhum dos rapazes, (inclusive eu) queria discutir. Me surpreendi ao ouvir a voz de um certo cidadão dizer:
Como alguns aqui sabem, para mim vocês são todos meus rivais Hoya tomou a palavra, sem hesitar
Começou... Nichkhun disse, e Hoya o fuzilou silenciosamente, como se dissesse: “Ninguém pediu pra comentar, cada um pensa o que quiser, ok?”
Por causa da expressão de Hoya, todos decidimos ficar em silêncio. Tem pessoas que é melhor não contrariar, e como eu mesmo pensava a seu respeito “Aquele ali ia nos dar trabalho! Como gosta de arranjar intrigas, caramba”. Quem quebrou o silêncio entre nós foi Lee Min Ho, que resolveu se manifestar ao dizer:
Podem ficar tranquilos, caras. Eu não tenho interesse algum na Alteza.
Como assim? Perguntei-lhe, sentindo que os demais na mesa também queriam saber a resposta àquela questão
Não pretendo me casar, ou seja, não pretendo ganhar a competição. Melhor para vocês, não é mesmo? Ele finalizou olhando para todos presentes
Então... Taecyeon começou com ar de dúvida, mas não terminou a frase
.... Por que estou aqui? É isso que quer saber
Sim meu amigo afirmou, e assentimos afirmativamente
Foi aí que a conversa entre nós azedou:
É por insistência dos meus pais. Principalmente do meu pai que é diplomata. Estou aqui por.… obrigação. Ele revelou, um pouco desconfortável. Eles acham que se eu participar da Seleção a imagem da minha família vai melhorar.
Nossa! Fazendo favores para o papai, é, Lee Min Ho? Hoya comentou aos deboches, na maior cara de pau. Falando sério, deu vontade de quebrá-lo ao meio! Eles mal se conheceram há algumas horas e o rapaz já fica achando que há algum motivo para debochar de outro Selecionado!
Cale a sua boca, seu... Ele ordenou, alterado, mas não terminou a frase porque eu e Lee Seung Gi estávamos ali para acalmá-lo. Mais calmo, Min Ho tomou postura, ainda chateado com o comentário, enquanto eu fitei o encrenqueiro e decidi falar-lhe algumas belas verdades:
Hoya, faça-nos o favor de NÃO ARRANJAR CONFLITOS, ok? Agora era eu que estava alterado e perdendo a paciência Cada um de nós aqui temos nossos objetivos e opiniões, e temos que nos respeitar. Se Min Ho decidiu se abrir conosco, o que não deve ter sido fácil, pelo menos considere suas palavras, ao invés de fazer pouco caso, caramba!
Ele nada me disse, mas deve ter entendido (e mesmo se não tivesse entendido, pelo menos eu fiz a minha parte). Depois daquilo, a tensão entre nós havia cessado.
Entretanto, quando todo mundo acha que os atritos e surpresas acabaram, Hoya (que também adora mexer com quem está quieto) vem com mais uma das suas:
E você, pelo que luta? A Princesa? A Coroa? ele perguntou para Yoo Seung Ho
Não é da tua conta o rapaz falou de forma fria e indiferente a ele, mas dava para perceber que Seung Ho não estava muito confortável para dizer o que pensava, ou então, tinha dificuldades em expressar o que sente. Mas, também sabia que dali em diante poderiam haver mais conflitos, e já que eu já estava satisfeito e cansado demais para eventuais brigas, resolvi me levantar e me retirar da mesa.
Para onde vai, Jin Hyuk? Kyuhyun me questiona com ar curioso e compreensivo ao mesmo tempo.
Só vou dar uma volta respondi, indiferente, saindo dali
A verdade é que eu nem eu sabia ao certo para onde iria, mas decidi ir ao andar superior descansar, ou pelo menos era o que tinha em mente de início. Mas, quando estava a caminho dos meus aposentos, escuto um som diferente, parecia uma música, e decido desviar o caminho para ver de onde vinha a tal música. Andei por alguns inúmeros corredores a mais, e vi que dava para um terraço. Entretanto, surpreendo-me ao perceber quem estava naquele terraço, a tocar sua flauta delicadamente e num ritmo admirável: Uma garota de estatura média, pele branca como a neve, e cabelos castanhos encantadores: ninguém menos que a Princesa da Coreia, Im Yoona
Alteza? eu digo, hesitante, com a voz um pouco trêmula, ainda sem acreditar que ela estava ali
Repentinamente, ela se vira para mim, para ver quem a chamou, e pouco depois, começa a dar passos leves, até a minha direção, o que me deixou ainda mais surpreso do que já estava.
Alteza eu a saúdo novamente, dessa vez com mais confiança na voz Desculpe lhe incomodar em uma hora dessas.... Eu apenas cheguei aqui por conta da música, e...
Hey! Acalme-se, senhor ela estava bem-humorada, e exibia seu sorriso radiante Não tem de que se desculpar! Eu apenas estava em um momento de lazer meu, não atrapalhou em nada. E aliás, é bom ver pessoas que apreciam a arte musical. Que tal irmos para aquele lado ela aponta para onde estava anteriormente Podemos apreciar a noite
Eu estava completamente sem reação neste momento. Aquela garota estava mesmo me surpreendo cada vez mais, e eu queria cada vez descobrir a seu respeito. Após alguns segundos, de “transe” respondi-lhe, carinhosamente:
Com toda a certeza, Alteza
Chegamos até lá (não demorou nada) e ficamos observando o céu estrelado, tal como havia sugerido. A noite estava alegre, e melhor ainda por eu estar com a Princesa. Ela então me perguntou, instantes depois:
Você é um dos Selecionados?
Sim, Alteza. Sou Choi Jin Hyuk
Prazer em conhecê-lo, cavalheiro ela me cumprimentou docemente E queira chamar-me pelo meu nome. Estamos em um momento informal agora, sou simplesmente Yoona
A honra é minha, Yoona lhe respondo, esboçando lhe um sorriso, mas ainda achando um pouco estranho o fato de não a chamar de “Princesa” ou “Sua Alteza Real”. Ela retribui o sorriso como resposta silenciosa ao meu cumprimento.
Como está a Seleção, meu caro?
Está indo bem, senhorita Yoona. Aos poucos estamos nos entendendo
Ela sorri tristemente. E eu já tenho certeza de que a Princesa tem algo mais para falar
E o que dizem da Seleção? E de mim?
Hesito por um momento. Era exatamente o assunto da hora do jantar, com uma pequena diferença: agora eu estava frente a frente com a Princesa
Responda-me, por favor! ela me pede, um pouco agoniada por não saber o que vem a seguir. Mas para que ela tivesse aquele tipo de reação... será que ela pressentia ou presumia algo?
Pode ser sincero, Jin Hyuk. Diga logo o que acham disso tudo, e da minha pessoa também. Aposto que eles devem achar ridículo
— Por que diz isso? — eu quis saber
Porque até para mim foi algo novo, e um pouco estranho, para ser honesta. Para vocês, Selecionados deve soar mais ridículo ainda! “A Princesa solteira que nunca amou ninguém na vida propõe uma Seleção com pessoas desconhecidas para herdar o trono do país” ela fez sinal de aspas com as mãos É isso que pensam, não é?
Não vou mentir para a senhorita. digo-lhe ternamente Yoona, não quero que se chateie com nada nem ninguém, mas enquanto uma parte dos rapazes acha a Seleção algo incrível, e uma oportunidade para fazerem amizades, outra pensa exatamente assim
Eu sabia ela afirma, um pouco cabisbaixa, entre suspiros, olhando para o luar
— Hey, o que te disse há pouco? Não quero te ver triste nem chateada. Tenho certeza de que quando a conhecerem e enxergarem quem você realmente é, vão te achar uma pessoa incrível, fora do comum, e podem até mesmo mudar de ideia a respeito do Concurso eu a consolo, acariciando-lhe seus cabelos castanhos
Espero que esteja, certo ela suspira, já mais calma
Para que não ficar um clima chato entre nós, e principalmente como tentativa de animá-la, eu decido puxar conversa com ela, ao lhe questionar:
Qual a música que estava a tocar, Alte... Quer dizer, Yoona
Ela ri baixinho e logo me responde:
Tomorrow, de Annie, o musical.  Acho que essa música reflete o que estamos passando agora. Não sabemos o que acontecerá a seguir, porque o amanhã sempre está um passo a nossa frente, mas de alguma forma queremos desvendá-lo.
Você é muito sábia, e está coberta de razão, Yoona a elogio sinceramente
Muito obrigada. ela me agradeceu, com a voz suave, um pouco tímida. Você também se interessa por música?
Imediatamente, lhe respondo:
Sim, eu adoro a música. Minha família toda trabalha com música, e eu canto às vezes, por hobby mesmo, acompanhando-os.
Me concederia a honra de cantar enquanto toco a flauta, Choi Jin Hyuk?
Se é o que deseja, senhorita, eu ficarei lisonjeado em o fazer
E assim se fez. Ela tocou a flauta de maneira solene, que dava emoção à canção e ao nosso momento. Sua habilidade era de se admirar de verdade, não era para qualquer um. Era uma destreza sem igual. Eu a acompanhei cantando com a voz suave, e de modo a transmitir todos os meus sentimentos a ela.
“Tomorrow, tomorrow
I love ya tomorrow
You’re always a day away” (…) 
Esperava que com aquela canção, ela fosse capaz entender o que sentia, assim como eu tinha facilidade reconhecer os dela. Tão simples e fácil de ler... foi maravilhoso cantar e estar junto a ela, mas já passava da hora do toque de recolher. Infelizmente, estava na hora de nos despedirmos, mesmo que eu não quisesse fazê-lo
Princesa, foi uma honra passar um tempo contigo. Agora, preciso ir, está na hora. Tenha uma boa noite, senhorita e faço menção de me retirar
Jin Hyuk ela pronuncia meu nome, atraindo a minha atenção Também foi um prazer estar na companhia de um cavalheiro como você. Mas, por favor, peço que por favor, não conte isso aos demais, pois tecnicamente só poderei conhecer a todos amanhã à tarde
Pode deixar, Princesa dou um sorriso largo e pisco para ela Nosso segredo estará bem guardado. Eu lhe prometo.
Obrigada. Tenha uma boa noite você também
Depois dessas palavras, me retirei e fui em direção ao meu dormitório, após um dia agitado repleto de intrigas e emoções. E eu estava cada vez mais ansioso para vê-la novamente no dia seguinte...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[k-Drama] While You Were Sleeping Primeiras Impressões

Boa Noite queridos leitores! O novo dorama do Lee Jong Suk ainda nem foi legendado pela equipes dos fansubs brasileiros, mas é claro que eu não poderia deixar esse fato atrapalhar a minha vida de resenhar doramas. Fui correndo ver se tinha While You Were sleeping no estrenos doramas, um site muito eficiente que disponibiliza os mais variados doramas, dos mais antigos até os lançamentos. Para a minha alegria e para a de vocês consegui encontrá-lo já legendado no próprio.  Novamente, a Sbs resolveu disponibilizar doramas em episódios de trinta minutos cada. Eu já assisti os dois primeiros episódios e será com base nestes que escreverei as minhas primeiras impressões.   Eu não sabia do lançamento desse dorama, nem muito menos que o personagem principal seria o Lee Jong Suk. Descobri isso há três dias quando estava navegando pelo Estrenos Doramas. Me digam: Para que eu fui fazer isso? Desde aquele dia fiquei ansiosissíma pelo lançamento. Achei a premissa diferente das outras, um tanto inov…

[K-Drama] Primeiras Impressões 20th Century Boy and Girl

Informações Gerais do Drama:                                                Título: 20th Century Boy and Girl                                                Gênero: Drama, Romance                                                Episódios:32(4 por semana)                                                Duração por episódio: 30 minutos                                                Emissora:MBC                                               Onde assistir: Estrenos Doramas                                               Status: Em andamento. Palmas para a Coréia! A temporada de doramas desse mês está incrível, um dorama melhor que o outro sendo lançado. Quando vi que esse dorama ia ser estrear fiquei muito empolgada, pois é o primeiro papel do Kim Ji Suk como protagonista. Só assim um dorama com ele, intitulado Sassy, Go Go, mas posso lhes afirmar que gostei muito do professor que ele interpretava. Ele sabe transmitir ao público suas excelentes habilidades de atuação.
No entanto, depois de um tempo ac…

[Thai Drama] Promesa de Venganza

“He esperado este día durante mucho tiempo, Ganok. Prometo que tomaré venganza por usted, com la máxima satisfacción”. “Tradução: Esperei este dia durante muito tempo, Ganok. Prometo que me vingarei por você, com a máxima satisfação”. Resenha Existe uma frase de André Maurois que diz o seguinte:” A leitura de um bom livro é um diálogo incessante: o livro fala e a alma responde”.  Sinto que com os doramas acontece a mesma situação, pois quanto mais assistimos a estas maravilhosas produções cinematográficas mais nos tele transportamos para um outro mundo, distante das preocupações e crueldades da vida real. Um passatempo que nos alegra. Entretanto, às vezes entramos numa fase em que nenhum livro, dorama ou série nos agrada, as sinopses parecem fracas, sem nenhum fator que chame nossa atenção. Era nesse estado em que me encontrava, mas felizmente depois de avançar pelo meu feed de notícias do facebook, encontrei a indicação desse lakorn. Já tinha ouvido falar sobre essa palavra antes, porém…