Pular para o conteúdo principal

[Maratona] Good Morning Call: Our Campus Days – Saiba tudo sobre a segunda temporada deste dorama tão especial

Título: Good Morning Call – Our Campus Days
Também conhecido como: Good Morning Call – Segunda Temporada
Baseado no mangá de mesmo nome, da autora Takasuka Yue
Número de episódios: 10, com média de 45 a 50 minutos de duração
Tipo: Live-Action.
Gênero: Shoujo, Drama, Romance, Comédia & Escolar
País: Japão
Onde assistir: Netflix 

1.   Introdução e comparativo com a primeira temporada.
Desde o ano passado eu estava à espera da segunda temporada de Good Morning Call, e finalmente maratonei 10 episódios de um dia para o outro. A trama me prendeu completamente, e se comparado com a primeira temporada, acho que nesta segunda houve mais profundidade em relação aos sentimentos dos protagonistas e o envolvimento com os demais personagens.
Quanto ao triângulo amoroso, esta é outra diferença entre as duas temporadas: na primeira, o triângulo amoroso envolvendo Nao era bem mais evidente, uma vez que o sentimento de Daichi pela menina era algo que cresceu durante anos através da convivência que tinham.
Já, na segunda temporada, quem se apaixona pelos protagonistas são os amigos do campus da universidade que os conhecem à medida em que convivem no local, entretanto, esses amigos (Natsume & Saeko, que serão mencionados mais à frente), são extremamente fiéis a Nao e Uehara, respectivamente, e guardam seus próprios sentimentos para não os machucar, nem interferir no amor deles. Deu uma imensa dó dos personagens secundários, principalmente do Natsume, que tem aquela personalidade alegre, calorosa, e que sempre pensa nos outros primeiro, e depois nele. Quem não se apaixonaria por aquela fofura em pessoa, hein? Diz como desapaixona, agora? Ok, respira, já deu o surto, Rebeca. (Mas quem quiser, pode surtar comigo à vontade).
Outra diferença é que desta vez, o triângulo amoroso se deu por conta de Natsume (melhor amigo de Uehara) e Saeko (amiga de trabalho dele), então, desta vez, os “problemas amorosos” se deram por conta dos relacionamentos de Uehara, que tem dificuldade de expressar suas emoções, mais um motivo pelo qual o enredo ganhou mais profundidade.
2.   Personagens, enredo, elenco e temáticas abordadas
Uehara Hisashi (Shiraishi Shunya): Estudante do primeiro ano da Universidade de Tokyo, ficou apelidado pelas garotas de “Mr. Campus”, por acharem que ele é o “cara perfeito”. Conhece Natsume por acaso, na hora do almoço, de quem se torna amigo. Mora ao lado de Yoshikawa Nao, sua namorada. Trabalha meio período como assistente no laboratório de química com Kumanomido Saeko, a pedidos da mesma, após se demitir de seu emprego na cafeteria.
Yoshikawa Nao (Fukuhara Haruka) : Continua a mesma dorminhoca e atrapalhada de sempre, mas com um coração enorme. Durante a trama, tenta resolver os “problemas amorosos” de seus amigos, porém está em conflito com seu próprio coração. Sua melhor amiga, além de Marina, é Ota, colega da universidade, com quem participa do clube de artes/costura. Nao trabalha meio período em uma loja de presentes juntamente com Natsume.
Natsume Shu (Sugino Yosuke): Conhece Nao e Hisashi no primeiro dia de aula ao acaso. Ele é gentil com todas as garotas, tendo fama de “conquistador”, mas na verdade, é apenas parte de sua personalidade terna. Órfão de mãe, ele cuida de sua irmã Airi sozinho, e por isso, sempre procura ajudar os outros, e assim como Nao, pensa primeiro nos que estão ao seu redor, colocando-se o tempo todo em segundo plano. Secretamente, nutre uma paixão e um amor pela protagonista, que não se dá conta dos sentimentos do rapaz, porque ingenuamente o vê apenas como um bom amigo.
 Kumanomido Saeko (Takahashi Maryjun): Pesquisadora no ramo de química da universidade de Tokyo. Extremamente esforçada fica horas ou dias sem dormir por causa de seu trabalho. Odeia o sobrenome, então se apresenta apenas como “Saeko”. Persistente, determinada e fechada sentimentalmente, possui o mesmo temperamento que seu companheiro de trabalho Uehara Hisashi por quem secretamente é apaixonada.
Marina (Arai Moe) & Mitsushi (Nagashima Shugo) : São os amigos da Nao desde o Ensino Médio. Atualmente estão com problemas com seu relacionamento à distância, já que Mitsushi (Mi-chan) foi para outro estado estudar veterinária.
Shinozaki Daichi (Sakurada Dori): Segundo ano da Universidade de Tokyo, é um dos mais populares da faculdade e membro do time de basquete.
Nanase Rin (Sagara Itsuki): Pertencente à mesma turma de Daichi, é apaixonada por ele, e faz de tudo para se aproximar do mesmo.
Abe Jun (Nagasawa Koya): Continua com a mesma personalidade de sempre, no entanto, atualmente faz parte do clube de teatro, sendo roteirista de uma peça.

O que eu mais gostei de ver foi que durante a trama, os personagens começam a pensar sobre suas próprias atitudes em relação à pessoa amada, ou perante algo que se deseja muito alcançar profissionalmente, como no caso da Saeko-san. A partir de então, temas como autoconfiança, autoestima, persistência, amadurecimento e sinceridade são abordados nos capítulos. Conselhos e brigas entre amigos (as) também estão inclusos no pacote!
O enredo se enfocou mais no romance dos protagonistas em si, e temas familiares como aconteceu com a presença da Yuri, e dos pais da Nao na temporada anterior, não foram explorados nessa. Contudo, o tema de “família” é levemente tratado com algumas revelações de Natsume, e a aparição da pequena Airi, que ama muito seu irmão mais velho e é super curiosa, espontânea e alegre.
Achei que todos os atores interpretaram muito bem cada um dos personagens e deu para sentir as emoções de cada um. Cada vez mais me impressiono com a Haruka-chan, que desta vez, deu vida à Nao do seu jeito doce e meigo, e me emocionou mais do que da última vez. Uma ou outra cena poderia ser mais intensa, mas isso pode ser melhorado ao longo do tempo e de suas experiências como atriz.
Além dela, uma personagem à qual me apeguei muito foi a Saeko. Nunca tinha visto nada com essa atriz, todavia, ela me conquistou com esse papel. Na minha opinião foi a que mais demonstrou seus sentimentos ao interpretar. Quero ver mais trabalhos com ela!

Conclusão:
Apesar da trama simples, sem muitas reviravoltas, tendo características típicas do gênero shoujo, essa temporada me prendeu do início ao fim, envolvendo-me devido ao sentimentalismo que me trouxe. Espero que vocês leitores, que forem assistir a este drama, se divirtam e desfrutem tanto quanto eu, pois vale muito a pena!

Um beijo no coração de vocês,
Rebeca 

Comentários

  1. Posso demorar mas sempre aparecerei por aqui, finalmente conferi esta segunda temporada e como prometido, vim aqui ler sua resenha e comentar sobre. Então, primeiro de tudo gostei da forma como abordou os personagens e enredo desta sequência no post, ficou bem legal, parabéns. Segundo, EU SHIPPEI MUITO ERRADO. Na primeira temporada, eu realmente não tinha conseguido ser tão cativada pelo casal protagonista, e aguardava que isso mudasse nesta sequência, eis que Uehara realmente demonstrou mais que sentia algo pela Nao mas como sempre, ele perdia o tempo certo de abrir a boca e expôr seus sentimentos, resultado: caí de amores pelo Natsume. Sério, tem como não se apaixonar por este menino maravilhoso?! Achei um desperdício meu mais novo marido japonês (não conta para o Kento, viu Rebeca?! É nosso segredo! hahah) ser inserido na trama para ficar na friendzone sendo que ele era definitivamente o personagem masculino mais cativante dali. Nao não quis mas eu quero! Nos outros aspectos concordo com você, só discordo mesmo do casal porque se eu pudesse roubava o protagonismo e dava para o Natsume (me apaixonei mesmo viu?!). Hahah'
    Parabéns pelo post! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu! Que bom te encontrar aqui!

      Fico feliz que tenha gostado do post. Olha, eu só destaquei mais o protagonista porque tem muitos leitores Team Uehara e eu realmente achei ele mais fofo nessa temporada. SÓ QUE eu sou COMPLETAMENTE apaixonada pelo Natsume.

      Gente do céu, as fãs do Uehara que me perdoem, mas esse foi o "amigo" mais protagonista de todos! Eu super compreendo quando diz que shippou errado, porque eu também torcia por eles. Esse foi o drama com o qual eu mais sofri pra shippar, sério!

      O protagonista me cativou porque o Shuya é uma coisinha linda, daí o shipp dos protagonistas, mas eu ficava morrendo de dó do Natsume, eu não queria que ele ficasse na friendzone de jeito nenhum, porque com aquele coração de ouro que ele tem, podia muito bem fazer a Nao super feliz. Foi a sofrência em dobro ter que escolher entre os dois personagens, mas o final até que foi bom.

      Sinceramente, eu acho que podia pelo menos ter um final mais elaborado no dorama, dizendo o que aconteceu com o Natsume e a irmãzinha dele (que foi a minha verdadeira paixão nesse dorama, de tão fofinha que é e dá vontade de apertar), porque a bendita protagonização faz os roteiristas esquecerem do encerramento dos demais personagens.
      Tipo, ele poderia ter encontrado um novo amor, ou ter dito pra Nao que se afastaria por um tempo viajando sei lá, mas depois se encontrariam novamente, e quando voltasse, a Nao poderia visitá-lo quando quisesse, assim a menininha teria alguém pra chamar de Nee-chan e para se divertir com ela no tempo livre.

      Mas os roteiristas simplesmente acabaram com um beijo do casal principal e com uma fala da Nao (na minha opinião quem tinha que falar a frase do final era o Uehara já que os conflitos foram gerados por relacionamentos dele)

      Melhor ainda seria um final alternativo com o Natsume, assim todas as fãs sairiam ganhando, principalmente a gente que torceu tanto pro Natsume nesse drama! Eu iria amar, e aposto que você também!! <3

      Hahaha relaxa, não vou contar para o Kento, porque esses dois também são meus crushes japoneses da vida.
      Ai, ai... A cada j-drama nosso harém só aumenta, né!! kkkkk
      Impossível resistir a esses atores super fofos! E, olha, se hoje eu sou fã do Yosuke Sugino é por conta do Natsume! haha

      Beijos e beijos,
      Amei a sua visita!

      Rebeca

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Happy Marriage (Episódios Legendados)

Gente, para quem esperou (um bom tempo) aqui está a lista de episódios de Happy Marriage:
Happy Marriage Episódio 1 

[Resenha] Ice Fantasy ❅

Assisti a esse C-Drama há algum tempo, e hoje eu finalmente vou fazer a resenha desta história fascinante. Com um enredo cativante e personagens marcantes, é uma adaptação da obra "City of Fantasy" do autor Guo Jing Min. 

A história gira em torno de dois irmãos: Ka Suo (Feng Shao Feng) & Ying Kong Shi (Ma Tian Yu), ambos os herdeiros do Clã de Gelo. Eles sempre foram muito próximos e tinham uma relação extremamente forte de cumplicidade, amizade, amor e fraternidade, que ao longo dos anos foi se intensificando.

O detalhe é que, desde criança, Shi era incapaz de conjurar encantamentos de gelo. Isso causava estranheza por parte da família Real, que lhe menosprezava por conta disso, exceto Ka Suo, que sempre o compreendia e ficava ao seu lado para o que fosse.

Durante a trama, aos poucos o mistério que esconde a real identidade de Ying Kong Shi começa a se revelar, e os fatos não são nem um pouco agradável. A verdade por trás disso é temida principalmente pela mãe de Shi,…