Pular para o conteúdo principal

A necessidade de aceitação em relação à sociedade e ao amor

Já pararam para pensar como é necessário aceitarmos uns aos outros para que possamos ter uma vida plena? Além do que, facilita a convivência entre as pessoas, certo? Sim, mas há uma profundidade bem maior nisso do que pensamos.

Vou escrever esse artigo com a finalidade de explicar um pouco a respeito do tema, com fontes confiáveis sobre psicologia e sociologia e  farei algumas observações sob o meu ponto de vista, mas já vou avisando que não sou nenhuma Expert em psicologia, tampouco graduada nisso pra fazer algo 100% maravilhoso, mas vou dar meu melhor e espero que gostem. Bom, vamos ao que interessa:

De acordo com a psicologia:
Aceitação consiste em acolher o outro da forma como ele se apresenta, com seus defeitos, qualidades e excentricidade, sem tentativas de modificá-lo para que satisfaça expectativas e se ajuste aos caprichos dos outros. Quando são aceitas de forma incondicional, as pessoas tendem a manifestar-se de forma mais autêntica, conseguindo desenvolver suas potencialidades (Rogers, 1981).
 Em outras palavras, aceitar a alguém é aceitá-la completamente. Quando isso ocorre naturalmente, de coração (incondicionalmente) faz com que as pessoas se abram com mais facilidade com você, e assim ambos podem vir a se conhecer melhor em vários aspectos, incluindo suas habilidades (referido no texto como  "desenvolver suas potencialidades). 
Além disso cada um tem a sua própria identidade, e o importante é se sentir bem, e não agradar aos outros. Esse texto de Rogers é uma boa definição do que é de fato a aceitação, e vale lembrar que este tema é cabível para várias situações de nosso cotidiano.

Falando em identidade...

A forma como nós aceitamos e somos aceitos mexe muito conosco, e por isso é tão importante. A aceitação ou reprovação do outro pode moldar a nossa personalidade, porque a constante busca pela aceitação às vezes (muitas vezes) desgasta e o indivíduo passa a reprimir sentimentos, emoções, pensamentos e comportamentos. 

Por isso, a aceitação nos influencia muito, e gera consequências drásticas, sejam elas boas ou ruins ao ser humano, e segundo afirma Rogers quando o indivíduo é aceito ele tende a crescer 

Como afirma a Cientista Social Cristina Costa (2010, p. 87), 
 “é no olhar do outro que encontramos a nós mesmos e podemos ver refletida nossa ação. É no outro que a ação repercute, tornando-a visível para nós mesmos. O outro é o espelho permanente no qual nos miramos e tomamos consciência de nossos acertos e erros."

Por isso "o outro" é tão importante e a sinceridade conosco e com os outros mais ainda. Segundo estudos de psicologia, na vida pessoal (amorosa) algumas pessoas, chamadas de "serial lovers" sabem provocar o amor no outro. Jacques-Alain Miller afirma que:  

"(...) para amar é necessário confessar a sua falta e reconhecer a necessidade que se tem do outro."

De acordo com o mesmo autor, o amor é algo inconsciente (área de estudo da psicanálise) e " o amor se dirige àquele que a senhora pensa que conhece sua verdade verdadeira. Porém, o amor permite imaginar que essa verdade será amável, agradável, enquanto ela é, de fato, difícil de suportar".

Sabe-se que Sigmund Freud, o pai da psicanálise, determinou que há uma condição do amor, a causa do desejo. Mas é difícil saber qual é essa "causa" uma vez que isso varia de pessoa para pessoa, depende do que "atrai" alguém a você, por assim dizer
Além disso, a mulher e homem tem desejos e reações distintas, mas quando se amam, essas duas pessoas se completam. Entretanto, para que essa relação realmente perdure, a primeira coisa que ambos tem de fazer é se aceitarem, porque afinal, todos nós temos a nossa identidade, e ela (e só ela) é o que nos torna únicos!

Fontes de pesquisa:
COSTA, Cristina. Sociologia: questões da atualidade. São Paulo: Editora Moderna, 2010.
http://www.fasdapsicanalise.com.br/para-amar-e-necessario-reconhecer-que-se-tem-necessidade-do-outro/
http://www.psicologiasemfronteiras.com.br/2014/09/a-necessidade-de-ser-aceito.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[Light Novel] A Tale of Two Phoenixes

Informações Gerais: Título: A Tale of Two Phoenixes  Autora: Tian Yi You Feng (天衣有风) País: China Idioma: Mandarim Ano: 2008 Gêneros: Ação, Aventura, Romance, Harém, Josei & Mistério Tags/Assuntos: Adaptado para Drama, Aristocracia, Nobreza, Harém Inverso e Protagonista Esperta. Status no País de Origem: Completo (288 capítulos)
Tradução: Em andamento Créditos de tradução: novelasd. com. (espanhol) Reading Attic (Inglês) Tradução ao português por: Rebeca A. Suzuki e Rebeca Silveira dos Santos 
Sinopse: O feito mais famoso dessa princesa foram suas palavras para seu irmão mais novo Liu Ziye. Quando ele se tornou Imperador, ela disse a ele: ― Ainda que Sua Alteza e eu sejamos de sexos diferente, somos os filhos do mesmo pai. Por que você pode dormir com tantas mulheres diferentes, enquanto eu devo ficar apenas com meu marido? Isso é muito injusto! E após o Imperador Liu Ziye ouvir essas palavras de sua irmã mais velha, ele ridiculamente pensou que isso fazia sentido. Então, ele imediatame…

[Light Novel] I Reincarnated, but I Think the Prince (Fiancé) Has Given Up

Informações Gerais da Light Novel Título: Tenseishita kedo, Ouji (Konyakusha) wa Akirameyou to Omou Título Alternativo: I Reincarnated, but I Think the Prince (Fiancé) Has Given Up Autor: Kouduki Kitou Ano: 2015 Tipo: Série/Web Novel Volumes: 2 volumes (7 capítulos) + 14 extras. Gênero: Shoujo, Fantasia & Romance Tags/Assuntos: Nobreza, Realeza, Aristocracia, Amor entre Amigos de Infância, Reencarnação em um Jogo. Idioma Original: Japonês
Tradução: Em Andamento
Créditos de tradução:  Kuru Kuru Translation (Inglês)  Kovel Translations (Espanhol)
Traduzido ao português por: Rebeca A. Suzuki 
Sinopse: O Primeiro Ministro do Reino de Noin, o Duque Zariel, possuía uma filha solteira. Ela era de uma beleza que possuía cabelos prateados e olhos tão claros como a ametista, Christina. Seu prometido era seu amigo de infância, que era o Primeiro Príncipe do Reino de Noin, Alberto. Tendo se apaixonado sem demora desde que se comprometeram, ela demonstrou seu amor, mas, antes que ninguém percebesse que e…

Happy Marriage (Episódios Legendados)

Gente, para quem esperou (um bom tempo) aqui está a lista de episódios de Happy Marriage:
Happy Marriage Episódio 1